>> Esqueceu sua senha?

Sorvete é ameaça? Veja mitos e verdades sobre doenças respiratórias

Categoria: Bem Estar
Postado em: 17/06/2015 às 16:53
Fonte: noticias.uol.com.b

Assim que o tempo esfria as mães já alertam os filhos para vestirem um casaco. Mas será que ficar agasalhado impede mesmo o contágio da gripe? E tomar um chá quente? Será que ajuda? Ficar exposto ao ar condicionado provoca doenças respiratórias?

No inverno a incidência de problemas respiratórios aumenta. Isso acontece porque com a queda da temperatura as pessoas tendem a se aglomerar em ambientes fechados, o que facilita a transmissão de micro-organismos.  É essa transmissão que provoca doenças e não o frio.

As crianças são as mais afetadas pelas doenças desencadeadas durante essa época do ano. Já que elas ainda não têm defesas imunológicas resistentes, como explica o virologista Celso Granato, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). "Ao longo da vida, vamos tendo várias infecções e esse repertório evita que peguemos a mesma outra vez. Dessa forma, adquirimos uma certa resistência que o bebezinho ainda não tem."

No caso do ar-condicionado não é a sensação de frio que ele produz que favorece a proliferação de doenças, mas o fato dele deixar o ar mais seco o que resseca a mucosa, responsável por defender o organismo da entrada de bactérias para os pulmões. "O ar-condicionado se estiver mal cuidado vai acumular fungos e bactérias que podem provocar doenças,", afirma o pneumologista Alberto Cukier, do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Tomar sorvete também não influencia no contágio de gripes e resfriados. "É muito comum se confundir doenças como faringite sinusite e rinite com resfriado e gripe. Mas essas duas últimas são transmitidas de uma pessoa para outra, não tem como pegar essas doenças tomando um sorvete", diz o Dr. Paulo Henrique Feitosa, membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT)

Outro mito comum sobre doenças respiratórias é que quem sofre com esses problemas não pode praticar exercícios físicos. Mas as atividades fazem parte das recomendações médicas para melhorar a qualidade de vida do paciente. "Quem tem asma e pratica exercícios regularmente tende a controlar melhor as crises do que aquele que não pratica. A ressalva é que se o paciente é crônico e tem muita dificuldade pode precisar de atividades com orientação profissional para dosar os exercícios", diz o pneumologista João Marcos Salge, do Hospital do Coração, em São Paulo.

Quanto ao chá e as bebidas quentes não há comprovação de que eles auxiliem no combate à gripe ou a doenças respiratórias. No entanto, o vapor da bebida pode provocar uma redução no desconforto da congestão nasal.


Últimas notícias da Categoria "Bem Estar"

Google quer criar o mapa genético do humano.

O próximo grande projeto do Google tem a ver com genética. O laboratório Google X, que realiza as pesquisas mais ambiciosas e arriscadas da empresa, como o Google Glass, o carro autônomo e os balões de internet, agora inicia o “Baseline Study”, uma aposta

Comer menos não resolve questões emocionais da obesidade, diz psiquiatra

Problema deve ser tratado mais a fundo para evitar complicações futuras

Hipotireoidismo e gravidez

As alterações da tireoide para mais ( Hipertireoidismo) e para menos ( Hipotireoidismo) podem ter influência em diversas partes do organismo. Um hipotireoidismo não tratado, por exemplo, pode levar a um aumento de peso e dificuldade de perdê-lo, mesmo com

Consultas rotineiras ao urologista ajudam a rastrear câncer de próstata e outras doenças

De maneira geral, a ida ao urologista está condicionada ao surgimento de sintomas até a idade adulta.

Internet pode causar problemas de saúde em jovens

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade Case Western Reserve constatou que adolescentes que passam mais de três horas conectados à internet ou trocando mensagens de texto estão mais propensos a terem problemas de saúde.

PARCEIROS

Contato
contato@profetasdebermuda.com.br
Desenvolvido por
Mega Design