>> Esqueceu sua senha?

Descoberta histórica pode levar à vacina universal contra a gripe

Categoria: Bem Estar
Postado em: 26/08/2015 às 15:42
Fonte: noticias.uol.com.b

Uma das características mais básicas sobre a gripe é que seu vírus é mutável. Isso explica por que sempre ficamos gripados e as vacinas nunca conseguem proteger totalmente contra a doença (e precisam ser atualizadas ano a ano). Porém, uma descoberta histórica pode mudar o rumo do combate à gripe.

Esqueça analgésicos e antitérmicos. Uma nova vacina promete dar conta de todas as mutações do vírus Influenza, incluindo as mortais gripes H5N1 (conhecida como gripe aviária) e a do tipo A (conhecida também como gripe suína). A descoberta histórica que pode evitar milhares de mortes anualmente foi divulgada nesta segunda-feira (24) nas duas mais importantes revistas científicas: Science e Nature.

Os pesquisadores Antonietta Impagliazzo, Fin Milder, Harmjan Kuipers, Michelle Wagner, Xueyong Zhu e Ryan M. B. Hoffman lideraram o estudo que teve como resultado a proteção total de ratos de laboratório e proteção ampla em furões. "Trata-se de um importante primeiro passo na busca por uma vacina universal contra a gripe em humanos, porém ainda não há data para que isso aconteça", afirmou o pesquisador Ian Wilson ao UOL.

A vacina foi desenvolvida a partir de uma proteína presente em todas as mutações do vírus Influenza, chamada de HA (hemaglutinina), que permite que o vírus se ligue à célula que está infectando. Parte dessa proteína é mutável e parte permanece a mesma nos vírus. A partir daí, os cientistas trataram de isolar essa parte da proteína que é permanente e criar uma vacina que forçaria o corpo a produzir anticorpos que teriam como alvo justamente essa parte em comum do vírus. Mesmo com as mutações do vírus, a vacina combate as pequenas partes da proteína que não se modificaram. O resultado foi surpreendente. Os ratos e furões foram infectados com uma dose letal do H5N1 (chamado de gripe aviária). A vacina protegeu quase todos os animais da morte induzida.

Mais pesquisas ainda são necessárias para determinar se a vacina funciona em humanos e para entender exatamente o mecanismo como a vacina funciona. "Nosso objetivo é criar um remédio capaz de proteger contra todos os tipos de gripes, tanto aquelas que são epidemias pequenas, temporárias, até as mais fortes", concluiu Wilson. 

Como funcionam as vacinas contra a gripe

Os cientistas desenvolvem as vacinas contra a gripe com base nas mutações recentes do vírus influenza. Análises de países do hemisfério Sul são usadas para "adivinhar" quais tipos de mutações do vírus podem atingir o hemisfério Norte. É como se eles fizessem a probabilidade de quais vírus terão maior chance de atingir a população.

A partir daí, os pesquisadores usam pedaços de vírus "mortos" na vacina, que força o sistema imunológico a produzir um anticorpo contra aquela mutação específica. Assim, quando a pessoa for infectada por aquele vírus que estava na vacina, porém sem a capacidade agressora, ela terá como combater a infecção sozinha, já que já terá os anticorpos. É como se fosse a chave para aquela fechadura específica.

Com o tempo, as vacinas passam a perder o efeito pois grande parte da população já está imunizada contra aquele vírus, seja por causa da vacina, seja porque já pegou aquela gripe específica. É por isso que a vacina da gripe precisa ser "atualizada" ano a ano.

 


Últimas notícias da Categoria "Bem Estar"

Google quer criar o mapa genético do humano.

O próximo grande projeto do Google tem a ver com genética. O laboratório Google X, que realiza as pesquisas mais ambiciosas e arriscadas da empresa, como o Google Glass, o carro autônomo e os balões de internet, agora inicia o “Baseline Study”, uma aposta

Comer menos não resolve questões emocionais da obesidade, diz psiquiatra

Problema deve ser tratado mais a fundo para evitar complicações futuras

Hipotireoidismo e gravidez

As alterações da tireoide para mais ( Hipertireoidismo) e para menos ( Hipotireoidismo) podem ter influência em diversas partes do organismo. Um hipotireoidismo não tratado, por exemplo, pode levar a um aumento de peso e dificuldade de perdê-lo, mesmo com

Consultas rotineiras ao urologista ajudam a rastrear câncer de próstata e outras doenças

De maneira geral, a ida ao urologista está condicionada ao surgimento de sintomas até a idade adulta.

Internet pode causar problemas de saúde em jovens

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade Case Western Reserve constatou que adolescentes que passam mais de três horas conectados à internet ou trocando mensagens de texto estão mais propensos a terem problemas de saúde.

PARCEIROS

Contato
contato@profetasdebermuda.com.br
Desenvolvido por
Mega Design